A tosse pode ser muito incômoda e atrapalhar o dia a dia. Saiba como se prevenir. 

Provavelmente você ou alguém próximo já tiveram tosse pelo menos uma vez na vida. Ela pode ser provocada por vários fatores, doenças ou reações e é importante conhecer a sua causa e manifestação para tratá-la corretamente. Aqui você vai saber mais sobre esse sintoma, tipos, causas e tratamentos. 

Boa leitura! 

O que é Tosse?

A tosse é uma espécie de escudo de proteção do aparelho respiratório, quando este passa por um processo irritativo. É um mecanismo benéfico que permite impedir a entrada de germes, secreção, alimentos ou corpos estranho nas vias nasais. 

Em alguns casos, a tosse pode apontar algum problema de saúde mais grave, principalmente se for excesso, por um longo prazo e vier acompanhada de secreção

Tipos

A tosse pode ser classificada de acordo com a sua duração, intensidade e produção de muco. Entre elas estão:  

Tosse seca

Esse tipo costuma ser bastante incômodo e não tem secreção na garganta e pulmões e também não provoca chiados no peito. 

Quase sempre pode ser sinal de alguma alteração no sistema respiratório e caracterizar alguns tipos de doenças, como: 

Tosse produtiva

Nesse tipo ocorre a produção de muco, o conhecido “catarro”,   que pode ser ter odor, textura e ser claro, espesso, branco, verde, amarelado e até acinzentado sendo expelido durante a tosse. 

Esse muco é produzido por pequenas glândulas que ficam abaixo da mucosa, uma camada que reveste internamente as vias aéreas e tem a função de proteger essas vias de vírus, bactérias e outros micro-organismos que podem infectar nosso corpo. 

A tosse produtiva também pode ocorrer após o tratamento de algumas doenças, fase em que o organismo ainda está eliminando os micro-organismos do corpo.

Tosse por tabaco

O cigarro é um dos fatores de risco para provocar tosse persistente.

O tabagismo também contribui para o surgimento de uma tosse crônica que costuma ser bastante incômoda e persistente. Esse tipo também pode produzir uma secreção crônica, que costuma ser escura, amarronzada. 

O fumo é um agente bastante irritante das vias aéreas, tanto as nasais como brônquicas e sua constância pode estimular as glândulas a produzirem mais muco.

Deixar de fumar é importante para aumentar as chances desse tipo de sintoma diminuir e parar com o tempo. 

Dificuldades para deixar o cigarro? Veja aqui um Guia completo para parar de fumar

A tosse também pode ser classificada como:

Aguda:  Esse tipo costuma começar de maneira repentina e costuma durar por um período de até três semanas. Pode surgir a partir de um resfriado, gripe ou sinusite.  

Subaguda: quando ocorre por um período de três a oito semanas.

Crônica: quando dura mais de oito semanas. 

Saiba as diferenças entre resfriado e gripe

Causas

Gripes, resfriados e sinusites são doenças que podem provocar a tosse e é preciso tratá-las.

A tosse costuma ser causada a partir de infecções recentes das vias respiratórias, como o resfriado comum ou a gripe. 

Outros fatores que podem causar o sintoma são:

  • Asma;  
  • Rinossinusite alérgica (inflamação do nariz e dos seios nasais); 
  • Doença Pulmonar; 
  • Doença pulmonar obstrutiva crônica (enfisema ou bronquite crônica); 
  • Doenças pulmonares, como bronquiectasia, doença pulmonar intersticial ou tumores; 
  • Infecções do pulmão, como pneumonia ou bronquite aguda; 
  • Doença do refluxo gastroesofágico
  • Sinusite levando a gotejamento pós-nasal
  • Inibidores da ECA (medicamentos usados para controlar a pressão arterial); 
  • Tabagismo; 
  • Exposição à fumaça do cigarro
  • Tuberculose

Fatores de risco

As infecções das vias aéreas inferiores e superiores, em especial o resfriado comum, são os fatores que mais causam a tosse aguda

Outros fatores que também costumam provocar são sinusites agudas, a exposição a alérgenos e irritantes, e a presença de doenças crônicas como asma, doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) e sinusites.

Outras doenças potencialmente graves como pneumonias, edema pulmonar por insuficiência ventricular esquerda, embolia pulmonar e manifestações graves de asma e DPOC também podem provocar tosse aguda e, ao contrário das causas anteriores, necessitam de intervenção médica urgente devido ao risco de complicações.

Sintomas  

Dores de garganta podem ser um dos sintomas.

A tosse pode ocorrer com outros sinais e sintomas, como: 

  • Coriza (nariz escorrendo ou entupido); 
  • Sensação de líquido escorrendo pela parte de trás da garganta (gotejamento pós-nasal); 
  • Dor de garganta
  • Rouquidão
  • Chiado e falta de ar
  • Azia ou um gosto amargo na boca
  • Pigarro frequente
  • Tosse com sangue (Em casos raros) 

Quando buscar ajuda médica 

É muito importante procurar um médico quando a tosse estiver persistente por mais de 15 dias ou acompanhada de alguns sinais como:

  • Secreção pulmonar esverdeada ou sanguinolenta; 
  • Sangramento; 
  • Febre por mais de 72 horas
  • Dificuldade para respirar; 
  • Perda de peso; 
  • Queda do estado geral. 

Ao sentir esses sintomas, você pode procurar pelos seguintes especialistas para avaliar e diagnosticar a tosse, como: 

Caso a tosse seja decorrente de doença do refluxo gastro esofágico ou problemas no coração, os médicos que devem ser procurados são: 

Diagnóstico 

Ao ter uma tosse persistente, é muito importante procurar um médico para diagnosticar a causa.

O diagnóstico é feito pelo especialista a partir de um exame clínico. O médico irá verificar seu histórico médico, perguntar se sente outros sintomas e então faz um exame físico observando a garganta e escutando os pulmões.  

Alguns médicos optam por iniciar o tratamento para tratar as causas mais comuns de tosse, em vez de solicitar outros exames específicos. 

Se o tratamento não funcionar, o médico solicita outros exames específicos para avaliar a causa, como: 

  • Raio-X do tórax
  • Pesquisa viral e/ou cultura de secreção traqueal
  • Tomografia de tórax
  • Exames de sangue
  • Espirometria
  • Ecocardiograma                                                                                                                                    

Tratamento para a Tosse 

O tratamento vai depender da causa. Em alguns casos o médico pode encaminhar para outros especialistas, mas como a maioria dos casos é decorrente de infecções virais, algumas recomendações são importantes de serem seguidas, entre elas:  costuma ser:

  • Tomar corretamente o medicamento receitado pelo médico 
  • Fazer repouso 
  • Reforçar a hidratação
  • Fazer inalação
  • Fazer lavagem nasal com soro fisiológico 

Os medicamentos são recomendados de acordo com as causas da tosse e podem ser variados. Em alguns casos, não se trata o sintomas mas sim a doença que está causando. Por isso é importante procurar um médico e tomar medicação receitada somente pelo profissional.  

A Tosse tem cura?

Sim, a tosse tem cura e na maioria das vezes desaparece em algumas semanas, tudo vai depender da causa. Se estiver com tossindo por mais de 2 semanas ou com outra doença que cause o sintomas, é importante procurar um médico para excluir a possibilidade de outros problemas médicos.

Possíveis complicações 

Passar o dia com uma tosse persistente é bastante chato e incômodo. Ela pode atrapalhar o seu dia a dia, prejudicar o seu sono e provocar outros problemas, como: 

Medidas para conviver com a tosse 

Quem tem uma tosse persistente, sabe o quanto é incômodo conviver com isso. Existem alguns medicamentos e xaropes à venda nas farmácias para aliviar os sintomas, mas o correto é procurar um médico para investigar a causa, principalmente se for persistente ou estiver associada à secreção, falta de ar, febre e cansaço. 

Um outra dica importante é manter-se bem hidratado durante esse período. Ingerir bastante água e outros líquidos é essencial para aliviar os sintomas e afastar de vez a tosse. 

Como prevenir a tosse

Tomar bastante água para manter-se hidratado é fundamental para melhorar a tosse.

A prevenção da tosse depende de alguns fatores, principalmente se não estiverem associadas a doenças. Algumas medidas são recomendadas para prevenir e melhorar a sua ocorrência. 

  • Evite Fumar
  • Tome vacina contra a gripe e a vacina pneumocócica anualmente
  • Reduza sua exposição à poluição do ar 
  • Evite o uso de produtos e a exposição a agentes químicos que possam irritar os pulmões
  • Lave as mãos frequentemente para evitar que o vírus e outras infecções se espalhem 

Tosse em bebês e idosos 

Bebês têm a imunidade frágil e a tosse pode ser bastante incômoda nesse período.

Os bebês possuem o sistema imunológico ainda imaturo, e quando apresentam uma tosse pode ser muito ruim para eles, por isso a prevenção é uma medida muito importante. Já os idosos, principalmente os que tem algum problema de saúde, também possuem o sistema imunológico debilitado e por isso precisam de cuidados redobrados. 

Evite levar os bebês e idosos a lugares fechados, aglomerados e com pessoas doentes, principalmente nos meses de outono e inverno, época em que muitos vírus circulam por esses ambientes. 

Saiba mais sobre as doenças comuns no inverno e como se prevenir. 

Outras medidas são importantes de prevenção são:

  • Utilize o álcool gel nas mãos ao ter contato com bebês e idosos;
  • Faça ou incentive o aleitamento materno exclusivo (até os 6 meses); 
  • Ofereça uma alimentação saudável aos idosos e ao introduzir alimentos no cardápio do bebê;
  • Mantenha as vacinas em dia, tanto dos bebês e idosos como também de seus responsáveis e cuidadores; 

As vacinas imprescindíveis para prevenir doenças que causam tosse e outras complicações respiratórias são: coqueluche, pneumocócica 13 Valente, pneumocócica 23 Valente, gripe. 

Agora que você já sabe mais sobre tosse, suas causas e tipos é sempre importante lembrar dessas dicas na hora que os sintomas surgirem. Procurar um médico e fazer um diagnóstico é muito importante para descobrir as causas do problema e seguir um tratamento recomendado para que você tenha mais qualidade de vida, bem-estar e manter uma rotina saudável.  

Se você leu esse artigo sobre e deseja procurar um médico, na Cia. da Consulta você pode agendar de forma rápida e prática para cuidar da sua saúde com todo o conforto, rapidez e bem-estar. Repense a sua saúde

Compartilhe esse texto para que mais pessoas possam conhecer sobre o tema. Veja também mais textos com dicas de saúde para melhorar a sua saúde, leia aqui: 

Otite. Sintomas, causas e tratamento

Intolerância a Lactose. Entenda o que é 

Meningite. Sintomas, causas e tratamento  

Este artigo foi útil?

Por: Cia da Consulta

Por: Cia da Consulta

Somos uma rede de clínicas que compreende a medicina e repensa a saúde para que a experiência de cuidar-se seja singular, segura e impecável.

Agende já sua consulta

Visite nosso site, conheça as especialidades e os profissionais e agende no melhor horário para você!

Agendar consulta